Leitura de Rótulos

O Guia Alimentar para a População Brasileira apresenta dez passos simples para uma alimentação saudável. Um desses passos orienta em evitar o consumo de alimentos ultraprocessados.

Quando esse tipo de alimento está incluído na nossa alimentação é importante que saibamos o que exatamente estamos ingerindo. Para muitas pessoas, a interpretação das informações contidas nos rótulos de alimentos e bebidas parece desnecessária e complicada, mas a leitura desses elementos é fundamental para melhor direcionarmos nossas escolhas  

O rótulo   do alimento é uma forma de comunicação entre os produtos e os consumidores. 

  • A lista de ingredientes informa os ingredientes que compõem o produto. A leitura dessa informação é importante porque o consumidor pode identificar a presença de termos, como açúcar, sacarose, glicose, frutose, glicose de milho, xarope de glicose ou outros tipos de açúcar, como a dextrose. A lista deve estar em ordem decrescente, isto é, o primeiro ingrediente é aquele que está em maior quantidade no produto e o último, em menor quantidade.
  • A Informação Nutricional deve apresentar, além da quantidade da porção do alimento em gramas ou mililitros, o correspondente em medida caseira, utilizando utensílios domésticos como colher, xícara, copo, dentre outros. A porção que se refere a tabela nutricional também é um importante item a ser observado para quem faz contagem de carboidratos.
  • O consumidor também tem que estar atento à quantidade de sódio presente na composição dos produtos. Deve ser consumido com moderação, uma vez que o consumo excessivo pode levar ao aumento da pressão arterial. Fique atento à porcentagem de valor diário (%VD), que indica a quantidade do nutriente que o alimento apresenta em relação a uma dieta saudável. O sódio também aparece em aditivos e realçadores de sabor como glutamato monossódico.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou no início do mês de outubro, por unanimidade, a nova regra sobre rotulagem nutricional de alimentos embalados, que adota a rotulagem nutricional frontal e mudanças na tabela, melhorando a clareza e a legibilidade das informações nutricionais presentes no rótulo dos alimentos visando auxiliar o consumidor a realizar escolhas alimentares mais conscientes. A norma entrará em vigor 24 meses após a sua publicação no Diário Oficial da União.

A leitura dos rótulos ajuda a ter consciência e manter uma alimentação saudável, pois permite fazer boas escolhas desde o momento da compra no supermercado, até a hora do consumo. Caso tenha dificuldades, procure seu nutricionista e peça ajuda.

Dra. Marlice Marques
  • Nutricionista Clínica
  • Mestre em Ciências da Saúde
  • Nutricionista na Secretaria Estadual de Saúde Go
  • Membro da Diretoria da Regional Goiás da SBD
  • Coordenadora da pós graduação Diabetes na prática clínica no IEPG