12 de Outubro | Dia das Crianças

Dia das Crianças é uma data comemorativa celebrada anualmente em homenagem às crianças, cujo dia efetivo varia de acordo com o país. No Brasil é celebrado em 12 de outubro. É comum as crianças serem liberadas da escola na semana da criança para comemoração junto à suas famílias, esse ano de pandemia, em especial, as crianças estão em casa, muitas vezes tendo diversos prejuízos com a falta do convívio social com os amigos na escola, festas e encontros de turma e família. As famílias com tantos afazeres junto às crianças na pandemia, nem sempre conseguem uma relação de qualidade com elas nesses tempos. Toda criança é um ser especial, cheia de sonhos e imaginação, ser que nos leva para nossa essência principal. O momento pede mais positividade, mais reflexões, e conexão com as crianças e toda a família. Conexões que nos trazem de volta para a prioridade central, que o “corre corre” do dia a dia nos tira. Criar momentos de qualidade com os pequenos nesse dia 12 de outubro, com certeza, fará muito bem tanto às crianças que estão precisando desse tempo de atenção, lazer e energia nesse tempo de confinamento, quanto para nós adultos. 

Para as crianças com Diabetes, que já são pequenos guerreiros, enfrentando as adversidades sem percebê-las pelas óticas preocupadas de seus pais, e que os dão um “respiro” apenas com aquele olhar terno e sorriso radiante, mostrando que tudo vale a pena para ver aquele rostinho especial. E como crianças, podem e devem viver a infância nas suas diversas formas. 

Quando falamos de alimentação e criança, já pensamos logo em guloseimas, doces, pipoca, batata frita, etc. E como é bom sabermos que hoje em dia faz parte da alimentação adequada e saudável, o prazer de comer e o uso esporádico desses alimentos, dentro de limites adequados, mesmo para quem tem diabetes. Pois é, muito importante frisar que: alimentação adequada para quem tem diabetes não difere da alimentação da população em geral, o importante é sempre o equilíbrio. Através da terapia de Contagem de carboidratos, a pessoa com diabetes pode comer praticamente de tudo. O que não se recomenda são apenas líquidos com açúcar, o restante pode fazer parte do planejamento de uma dieta adequada e mantendo o bom controle glicêmico, desde que seja observado o conteúdo de carboidratos e ajustes de doses de insulina. 

Com isso, que esse dia das crianças possa ser um dia especial com todas as possibilidades, de um passeio ao ar livre, um sítio, praia, casa de avós, parque, ou mesmo uma sorveteria ou uma festa de família com bolo. O mais importante são as ricas e alegres conexões que enriquecem a alma do adulto e da criança.

A nutrição saudável deve ser adequada a cada faixa etária, e a criança precisa de uma alimentação regular de qualidade nutricional, para favorecer crescimento e desenvolvimento, além do incentivo a alimentos in natura ou minimamente processados. Um prato colorido é sempre o foco da alimentação diária da criança, é recomendado que se contenha pelo menos 3 tipos de vegetais coloridos no prato, além de uma porção de carboidratos (arroz, tubérculos, massas, farinhas, de preferência integrais) e de proteínas (carnes, ovos, queijos). Para os lanches, frutas, cereais integrais, iogurtes sem açúcar ou sanduíches integrais com queijo ou patês com vegetais são sempre boas opções. 

Abaixo temos algumas opções de lancheira saudável, mesmo para o momento de aulas online em casa, considerando sempre a combinação: Fruta ou Legume + Carboidrato + Proteína + Bebida (importante adequar o lanche à meta de carboidratos da refeição da criança e adequação de insulina, caso necessário):

1 – Morango + Uva + Bolo de cenoura caseiro sem açúcar + Queijo Processado + Suco de Abacaxi com Hortelã diluído sem açúcar

2 – Tomatinhos Cereja + Pão integral com geléia sem açúcar + Ovinhos de Codorna com Azeite + Suco Acerola diluído sem açúcar

3 – Manga picadinha + Bisnaguinha integral + Queijo magro (amarelo light, minas ou ricota) + Limonada sem açúcar

4 – Maçã + Uma porção de bolacha integral + Requeijão + Água de coco

5 – Pêra + Fatia de bolo integral + Ovo Cozido + Suco de caju sem açúcar

6 – Banana + Cereal integral + Iogurte natural + Água Mineral

7 – Morangos + 4 Cookies integrais + Ricota em cubos com azeite e alecrim + Suco de Melancia diluído sem açúcar

8 – Tomate Cereja (temperado com uma pitada de sal, azeite e orégano) + Barra de cereal (sem chocolate) + Queijo minas + Chá Natural Gelado sem açúcar

9 – Cenouras Baby + Biscoito de polvilho + Patê Caseiro + Suco de Melão sem açúcar

10 – Mamão e melão em palitinhos + Bolo de banana caseiro + Cubinhos de Ricota + Leite Geladinho

11 – Palitinhos de Pepino + Tomatinhos Cereja + Biscoito de arroz com geléia sem açúcar + Chá Natural Gelado sem açúcar

12 – Melancia em formatos divertidos + Torradinhas integrais + Queijo branco + Suco de maracujá sem açúcar

Dra. Débora Bohnen Guimarães
  • Nutricionista especialista em Nutrição Clínica pelo GANEP
  • Mestre em Educação em Diabetes pelo IEP Santa Casa de Belo Horizonte
  • Nutricionista do Ambulatório de Diabetes tipo 1 da Santa Casa de Belo Horizonte
  • Membro do Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes